As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fábrica da Jeep no Brasil será a primeira da marca fora dos EUA

Grupo inicia operações da fábrica de Pernambuco no primeiro trimestre de 2015 com o SUV Renegade, que também será produzido na Europa e na China

Cleide Silva

13 de agosto de 2014 | 18h51

SÃO PAULO – A fábrica que o grupo Fiat Chrysler está construindo em Goiana, Pernambuco, será a primeira da marca Jeep fora dos Estados Unidos. O complexo vai ser inaugurado no início de 2015 com a produção do utilitário-esportivo Renegade.
O Renegade será apresentado no salão de Paris em setembro e, na sequência, será produzido na Itália. Em março, chega ao mercado brasileiro, já com produção na fábrica pernambucana. No fim de 2015, será fabricado na China.
A fábrica de Pernambuco, cujas obras estão sendo finalizadas, é uma das mais modernas do grupo Fiat Chrysler. Foi escolhida para abrigar produtos Jeep dentro da estratégia da companhia de dobrar as vendas globais da marca até 2020.

Potencial de crescimento

Hoje, a Jeep tem grande aceitação no mercado norte-americano, mas mantém pouca penetração nos mercados emergentes. Na visão da Fiat, é a marca com maior potencial de crescimento dentro do grupo nos próximos anos.
Dados indicam que, em mercados maduros, os SUVs respondem por 25% das vendas de veículos. Nos países em desenvolvimento, essa participação ainda não é significativa, embora crescente.
No Brasil, as vendas de SUVs somaram neste ano, até julho, 168,3 mil unidades, num universo de 1,862 milhão de automóveis e comerciais leves.

Carro da Fiat

O grupo inicia as operações da nova fábrica com produtos da marca Jeep, mas não descarta, futuramente, produzir também modelos da Fiat e da Chrysler.
A Fiat do Brasil é a maior operação da marca italiana e, ao longo dos últimos anos, ajudou a sustentar a matriz, que enfrenta longa crise na Itália, assim como diversas fabricantes europeias.
A marca é líder em vendas no mercado brasileiro, com 400,9 mil unidades no período de janeiro a julho. É seguida por General Motors, com 329,3 mil e Volkswagen, com 327,5 mil. Nos últimos dois meses, o Palio foi o modelo mais vendido no País, ultrapassando o Gol.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.