Metalúrgicos protestam contra demissões no Salão do Automóvel
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Metalúrgicos protestam contra demissões no Salão do Automóvel

Trabalhadores tentaram entrar no evento das montadoras carregando faixas que pediam estabilidade no emprego

blogs

31 de outubro de 2014 | 16h05

 

Metalúrgicos tentam entrar no Salão do Automóvel para defender empregos (Foto: Marcio Fernandes/Estadão)

Metalúrgicos tentam entrar no Salão do Automóvel para defender empregos (Foto: Marcio Fernandes/Estadão)

SÃO PAULO – Metalúrgicos de São Paulo tentaram invadir o Salão do Automóvel de São Paulo durante um protesto contra demissões. Eles foram impedidos de entrar pela Guarda Municipal de São Paulo.

No protesto, os metalúrgicos levavam faixas pedindo estabilidade no emprego e apelando à presidente reeleita Dilma Rousseff para impedir mais demissões no setor.

Parte dos trabalhadores que participaram do protesto eram da General Motors, cuja fábrica de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, está com parte dos trabalhadores em recesso por causa da queda nas vendas de veículos.

O protesto foi organizado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, em conjunto com a Central Sindical e Popular Conlutas. Cerca de 50 trabalhadores participaram.

Segundo os organizadores, o objetivo da manifestação foi o de chamar a atenção para a crise do setor e defender uma lei que garanta estabilidade de emprego.

Tudo o que sabemos sobre:

MetalúrgicosSalão do Automóvel

Tendências: