As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pirelli fecha fábrica em Gravataí

Cleide Silva

13 de maio de 2019 | 16h58

A gigante de pneus Pirelli anunciou hoje em sua sede global em Milão, na Itália, que vai fechar a fábrica de Gravataí (RS), onde são produzidos pneus para motocicletas. Paralelamente, informou que investirá  120 milhões de euros (cerca de R$ 530 milhões) no País entre 2019 e 2021.

Em seu comunicado, a empresa afirma que promoverá uma reorganização nas unidades locais, “tendo em vista o cenário conjuntural difícil”. A produção de pneus para motos será transferida para Campinas (SP), que atualmente produz o equipamento somente para automóveis.

A fábrica gaúcha emprega 900 funcionários e, segundo a empresa, as demissões estão sendo negociadas com o Sindicato dos Borracheiros de Gravataí.

Já a transferência da produção para a fábrica do interior de São Paulo, que será concluída até meados de 2021, vai gerar 300 novas vagas ao longo dos próximos três anos.

Polo Industrial

“Esta reorganização permitirá a criação de um polo industrial à serviço dos mercados latino-americanos, que se dedicará à produção de pneus de carro e motos” de alta tecnologia, diz nota da matriz.

Informa ainda que “esta operação permitirá a otimização dos processos produtivos e dos fluxos logísticos, inclusive graças à localização favorável da fábrica de Campinas, mais próxima às unidades produtivas das montadoras de carro e moto”.

Tudo o que sabemos sobre:

pneus

Tendências: