BDMG fecha primeiro contrato de energia solar com recurso do BEI

BDMG fecha primeiro contrato de energia solar com recurso do BEI

Wellington Bahnemann

10 de dezembro de 2019 | 04h00

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) fechou o primeiro de contrato de financiamento usando a linha de crédito € 100 milhões obtidos do Banco Europeu de Investimento (BEI), aberta em outubro, para projetos sustentáveis. Trata-se de um empréstimo de R$ 15 milhões para a Órigo Energia que serão destinados à construção da usina solar Janaúba II, a ser implementada no município mineiro de Janaúba. Com 16 mil placas fotovoltaicas, a instalação irá gerar 10,2 mil MWh por ano, volume suficiente para abastecer 5,6 mil famílias. Outros 10 empreendimentos solares e hidrelétricos estão em análise pelo banco de fomento para o uso desta linha de crédito.

Novas parcerias. Além dos recursos do BEI, o presidente da BDMG, Sergio Gusmão, assina amanhã (10/12) um acordo de intenções com a Companhia Espanhola de Financiamento para o Desenvolvimento (COFIDES) para o financiamento de pequenas e médias empresas sediadas em Minas Gerais pelo banco de fomento espanhol. A assinatura da parceria ocorre em Madri, durante as discussões da COP 25.

A nota foi publicada no Broadcast dia 09/12 às 11:31.

Contato: coluna.broadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: