Empresas brasileiras estão otimistas em relação a 2020

Fernanda Guimarães

01 de janeiro de 2020 | 04h00

Quase 90% das empresas brasileiras entram em 2020 otimistas quanto aos negócios, apostando em crescimento ao longo do ano. Essa é a conclusão da pesquisa HSBC Navigator, a partir de respostas de mais de nove mil empresas. Tal otimismo é mantido, conforme o levantamento, também para o longo prazo, com mais da metade das companhias prevendo avanço – o dobro da média mundial.

Vizinhança. Para quase 50% das empresas que projetam crescimento, um dos impulsos deve vir com a entrada em novos mercados. O comércio com os Estados Unidos e com a Argentina segue fundamental para 36% e 15%, respectivamente, dos que responderam à pesquisa. Ainda assim, as empresas brasileiras estão abertas para novos mercados: o Canadá quadruplicou em importância para 16%, enquanto o México é quase três vezes mais importante para 9%.

Guerra comercial. Três em cada dez empresas dizem que a onda de tendências protecionistas as incentivou a se serem mais competitivas. O efeito cascata dos eventos geopolíticos também é intensamente sentido por três em cada cinco companhias no Brasil, em linha com a média global.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.