Sindicato dos Metalúrgicos coloca sua icônica sede na liberdade em leilão

Sindicato dos Metalúrgicos coloca sua icônica sede na liberdade em leilão

Anne Warth

12 de maio de 2020 | 04h00

Para tentar reduzir custos fixos, o Sindicato dos Metalúrgicos tentará vender o prédio icônico no bairro da Liberdade, na capital paulista. Localizado na Rua Galvão Bueno, o Edifício Palácio – que é identificado com o logotipo da Força Sindical, mas pertence ao Sindicato dos Metalúrgicos – irá a leilão. O lance inicial pelo imóvel será de R$ 110 milhões. O prédio tem dois blocos com 14 andares cada, auditório com capacidade para mais de 600 pessoas, estacionamento com 244 vagas demarcadas e área de entretenimento com palco, lanchonete e churrasqueira.

Tá barato. A organização da disputa está a cargo da Frazão Leilões, que receberá lances online até o dia 10 de junho. O valor é considerado baixo para a estrutura do imóvel, que fica a 350 metros da estação de metrô São Joaquim, linha azul, afirma a leiloeira Claudia Frazão. O pagamento deverá ser feito à vista ou em até 36 vezes, com sinal mínimo de R$ 40 milhões.

Não deu. No ano passado, a Força Sindical tentou leiloar o edifício localizado na Rua Rocha Pombo, no bairro da Aclimação, por R$ 9,9 milhões. Sem sucesso. As entidades sindicais têm sido fortemente afetadas pela redução na arrecadação com o fim da obrigatoriedade de pagamento do imposto sindical por trabalhadores.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

#forçasindicalleilãoimóveis

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: