Em dia de colete de brinde, XP recebe número recorde de TEDs do Itaú

Em dia de colete de brinde, XP recebe número recorde de TEDs do Itaú

Fernanda Guimarães

28 de junho de 2020 | 06h00

“Faça como o Itaú, invista na XP”. Foi assim que o fundador e presidente da XP Investimentos, Guilherme Benchimol, engajou os clientes do Itaú Unibanco em suas contas em redes sociais a transferirem seus recursos para a maior corretora do País. Detalhe: o maior banco privado do País é seu maior sócio. Em uma empreitada que envolveu até mesmo o famoso colete acolchoado da casa, que virou item de moda na Faria Lima, Benchimol prometeu de brinde 5 mil dessas peças para os primeiros que fizessem transferências bancárias do Itaú para a XP. Deu certo: o estoque acabou na manhã desta sexta-feira. O post em que fez essa promoção foi o de maior engajamento nas redes sociais da XP no ano. Em apenas um dia, o Itaú Unibanco perdeu para a XP R$ 150 milhões e houve recorde diário de TEDs originadas do Itaú.

O Itaú, por sua vez, diz que registrou, nos últimos três meses, uma captação de R$ 19 bilhões no Personnalité, Itaú Agências e Itaú Uniclass e demais segmentos que compõem a operação de varejo do banco para pessoa física. Em março o maior banco privado do País disse que o segmento de alta renda do Itaú captou sozinho R$ 4,1 bilhões, um recorde histórico da operação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: