Após captação, Rio Alto, de energia renovável, é avaliada em R$ 2,2 bilhões

Após captação, Rio Alto, de energia renovável, é avaliada em R$ 2,2 bilhões

Fernanda Guimarães

27 de junho de 2021 | 05h07

Com aporte, empresa ganha fôlego para ampliar capacidade de geração de energia  Foto: Felipe Rau/Estadão

 

Depois de postergar sua abertura de capital, a companhia de energia renovável Rio Alto acaba de fechar uma rodada de captação que somou R$ 550 milhões. Nesse investimento, a empresa foi avaliada em R$ 2,2 bilhões, sendo que para a oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) o valor tinha sido, sem considerar o dinheiro da oferta, de R$ 1,25 bilhão. O aporte veio dos clientes da área de gestão de fortunas (wealth management) do Credit Suisse, por meio de uma emissão de debêntures conversíveis em ações. O Credit também foi o responsável por estruturar a operação.

Com o aporte, a companhia ganha fôlego para seguir com os planos de expansão e ampliar sua capacidade de geração de energia, mesmo objetivo do IPO.

A abertura de capital segue nos planos. Agora com mais musculatura, o objetivo é que a oferta ocorra entre o fim do ano e início de 2022. Procurada, a Rio Alto não comentou.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 25/06/2021 às 10h17

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse
http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroad no Twitter

 

 

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.