Emissão secundária da BR Distribuidora tem demanda de R$ 30 bilhões

Emissão secundária da BR Distribuidora tem demanda de R$ 30 bilhões

Cynthia Decloedt

30 de junho de 2021 | 18h05

Oferta atraiu grandes fundos globais Foto: Ricardo Moraes/Reuters

A oferta subsequente de ações (follow on) da BR Distribuidora, que envolve um lote de mais de R$ 11 bilhões de ações detidas pela Petrobrás, teve demanda de R$ 30 bilhões – o que indica grande sucesso da operação -, de acordo com fontes. A precificação da oferta acontece hoje (30), e a oferta atraiu grandes fundos globais.

Conforme prospecto preliminar da oferta, estão sendo oferecidos de 436.875.000 ações ordinárias da BR Distribuidora, no valor total que pode chegar a R$ 11,542 bilhões. O período de reserva terminou ontem. O valor, meramente indicativo, considera a cotação de fechamento das ações no pregão de terça-feira, de R$ 26,42.

A oferta está sendo estruturada pelo Morgan Stanley (coordenador líder), Bank of America Merrill Lynch, Goldman Sachs, JPMorgan, Itaú BBA, Citi e XP.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 30/06/2021 às 16h23

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.