Abertura de capital da Aeris ganhou força com vitória de Biden

Abertura de capital da Aeris ganhou força com vitória de Biden

Fernanda Guimarães

12 de novembro de 2020 | 05h15

Novata na B3, a Aeris, fabricante de pás eólicas brasileira, teve um impulso em sua abertura de capital dado pela vitória do democrata Joe Biden nas eleições nos Estados Unidos. O preço das suas ações na oferta inicial foi conhecido na segunda-feira, dia 9. Foi o primeiro dia útil após a contagem das urnas apontar a eleição de Biden – e a estreia da empresa na Bolsa ganhou força com a expectativa de mudança da política ambiental por lá, afetando outras economias. A companhia que é comparável da Aeris nos Estados Unidos, a TPI Composite, sobe mais de 100% no ano, sendo apenas 14% na primeira semana de novembro, também com a ajudinha do democrata.

Vento a favor. Com forte presença de estrangeiros na oferta inicial, o preço da Aeris também ajudou a atrair investidores. A avaliação da companhia começou em R$ 5 bilhões, mas acabou ficando em R$ 3,5 bilhões. O lançamento das ações movimentou R$ 1,13 bilhão. A Aeris tem como acionista majoritário Xandy Negrão, dos laboratórios Medley, vendido para gigante francesa Sanofi em 2009 por R$ 1,5 bilhão.

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 11/11/2020 às 11:23:38 .

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

Aeris#IPO #bolsab3Biden

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: