Ação do IRB fecha a R$ 90 e follow on movimenta R$ 7,558 bi

Ação do IRB fecha a R$ 90 e follow on movimenta R$ 7,558 bi

Coluna do Broadcast

18 de julho de 2019 | 18h51

O ressegurador IRB Brasil Re conseguiu precificar sua ação em R$ 90,00 em sua oferta subsequente (follow on), movimentando R$ 7,558 bilhões, conforme antecipou a Coluna do Broadcast no dia 16 de julho. Depois de muitas ordens começarem a se concentrar em R$ 89, os bancos se movimentaram para, na reta final, conseguirem subir o preço na operação. A oferta servirá de ponte para a saída da União e do Banco do Brasil, por meio da BB Seguridade, do capital da companhia.

Privado. Com a saída de União e BB do bloco de controle, o ressegurador passa a ser uma empresa de controle pulverizado (corporation) e adotará regras mais rígidas de governança corporativa. Além disso, na visão do mercado, o IRB passa a ser definitivamente uma empresa privada, restando apenas Itaú Unibanco e Bradesco como sócios, além de um fundo da Caixa.

De novo. É o segundo follow on este ano com papéis do IRB. Na oferta anterior, feita em fevereiro e liderada pela Caixa Econômica Federal, a ação tinha sido fixada em R$ 91. Desde que abriu seu capital na bolsa, em julho de 2017, suas ações saltaram 300%, impulsionadas pelo desempenho operacional do ressegurador. Procurado, o IRB não comentou.

Contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem delay, assine o Broadcast+

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.