Acionistas da JHSF aprovam novo conselho com hegemonia de independentes

Acionistas da JHSF aprovam novo conselho com hegemonia de independentes

Circe Bonatelli

17 de novembro de 2020 | 05h10

O fundador e controlador do grupo, José Auriemo Neto, é um dos que continuam no colegiado. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Os acionistas da JHSF Participações aprovaram hoje, por maioria dos votos em assembleia, a ampliação do conselho de administração e a entrada de novos membros independentes para auxiliar o grupo em uma nova agenda, segundo fontes anteciparam à Coluna.

A partir de agora. O conselho JHSF terá nove membros, dos quais sete independentes, consolidando sua hegemonia. Até então, o colegiado tinha cinco membros, sendo apenas três independentes. O fundador e controlador do grupo, José Auriemo Neto, e o CEO, Thiago Alonso, continuam no colegiado.

Quanto vai custar. A assembleia também aprovou um aumento na remuneração anual dos administradores que passará de R$ 17,5 milhões para R$ 21,7 milhões (contando aí diretoria, conselho e fiscal).

Com sangue novo. A JHSF quer avançar em uma agenda com mais foco em iniciativas digitais, pilares de governança, social e ambiental (a tal da sigla ESG), calibragem da estrutura de capital e gestão de riscos.

Novos membros.Entraram no grupo: Christiane Edington (atuou por 22 anos na Vivo com foco em transformação digital), Richard Reiner (Ex-CEO do Merrill Lynch no Brasil, com experiência em mercado de capitais, fusões e aquisições), Marcio Trigueiro (ex-CEO da PDG e ex-sócio da GP Investments), José Castro Rudge (ex-CEO do Unibanco AIG Seguros) e Alberto Fernandes (ex-Itaú e ex-Lloyds Asset Management).

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

JHSFconselho

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.