Ações perdem valor e Vero deixa IPO para última temporada do ano

Ações perdem valor e Vero deixa IPO para última temporada do ano

Circe Bonatelli e Cynthia Decloedt

08 de outubro de 2021 | 05h20

Aversão a risco tem gerado perdas para muitas companhias que estrearam na Bolsa  Foto: Gabriela Biló / Estadão

A provedora de internet Vero, uma investida da Vinci Partners, está prestes a adiar sua oferta de ações (IPO, na sigla em inglês) para a última temporada de lançamentos de papéis do ano, em meados de novembro. A companhia protocolou o prospecto da oferta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em agosto, numa indicação de que tentaria emplacar a emissão em outubro. A intenção seria captar R$ 1 bilhão para sustentar seu crescimento, por meio de expansão das próprias redes ou via aquisição de concorrentes.

Embora muitos investidores gostem das perspectivas da Vero, o clima de aversão a risco no mercado financeiro tem produzido perdas para muitas companhias que estrearam na Bolsa este ano, inclusive outras provedoras de internet. As ações de Brisanet e Unifique amargam baixas em torno de 30%. Já a Desktop sobe perto de 5%.

No momento, o azedume está relacionado ao cenário doméstico marcado por inflação galopante, juros crescentes e discussões de projetos que colocam em xeque o teto de gastos públicos. Com tantas incertezas, investidores têm optado por esperar o cenário clarear antes de assumir posições.

Por outro lado, há chance do nível de tensão baixar ao longo das próximas semanas, com uma solução, ou ao menos o encaminhamento, da PEC dos Precatórios, do novo Bolsa Família e da reforma do imposto de renda – cruciais para o balanço das contas públicas. Segundo um gestor, “Se o mar está revolto, não é hora de navegar. É melhor confiar nos ativos e esperar o melhor momento.”

A Vinci e a Vero não concederam entrevista porque estão em período de silêncio.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 07/10/2021 às 18h24.

Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.