Acqua-Vero adquire corretora de seguros All in Care

Cynthia Decloedt

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.

Com o negócio, escritório espera trazer clientes à sua base Foto: Acqua-Vero

O escritório de agentes autônomos Acqua-Vero, que trocou a XP pelo BTG Pactual este ano, está expandindo suas operações para o segmento de corretora de seguros, com a aquisição da All in Care por valor não revelado. Especializada no público de alta renda, a corretora tem mais de 40 mil clientes e R$ 35 milhões em apólices negociadas. A expectativa é atingir R$ 50 milhões de prêmio anualizado até 2022.

Com o negócio, a Acqua-Vero espera trazer clientes a sua base e acredita que poderá atrair mais R$ 1,6 bilhão em ativos sob custódia no ano que vem. A expectativa é chegar a R$ 5 bilhões ainda este ano.

Ao trocar de plataforma, a Acqua-Vero passou a ter o BTG como sócio em seu projeto de transformação em corretora. Três meses após estar oficialmente plugada ao BTG, alcançou R$ 2,1 bilhões em ativos sob custódia. Na XP, tinha mais de R$ 8 bilhões.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 22/09/2021 às 18h01.

Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Com o negócio, escritório espera trazer clientes à sua base Foto: Acqua-Vero

O escritório de agentes autônomos Acqua-Vero, que trocou a XP pelo BTG Pactual este ano, está expandindo suas operações para o segmento de corretora de seguros, com a aquisição da All in Care por valor não revelado. Especializada no público de alta renda, a corretora tem mais de 40 mil clientes e R$ 35 milhões em apólices negociadas. A expectativa é atingir R$ 50 milhões de prêmio anualizado até 2022.

Com o negócio, a Acqua-Vero espera trazer clientes a sua base e acredita que poderá atrair mais R$ 1,6 bilhão em ativos sob custódia no ano que vem. A expectativa é chegar a R$ 5 bilhões ainda este ano.

Ao trocar de plataforma, a Acqua-Vero passou a ter o BTG como sócio em seu projeto de transformação em corretora. Três meses após estar oficialmente plugada ao BTG, alcançou R$ 2,1 bilhões em ativos sob custódia. Na XP, tinha mais de R$ 8 bilhões.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 22/09/2021 às 18h01.

Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato