ADIQ, adquirente do BS2, busca parceiro para alcançar Stone e PagSeguro

ADIQ, adquirente do BS2, busca parceiro para alcançar Stone e PagSeguro

Coluna do Broadcast

16 de novembro de 2018 | 11h44

Para cortar caminho e chegar perto de entrantes de sucesso no mercado de meios de pagamento, como Stone e PagSeguro, a Adiq, rede de adquirência do banco BS2, ex-Bonsucesso, prepara-se para anunciar acordo com um investidor estratégico no início do ano que vem. O objetivo é alavancar a atual participação de mercado de 1,5% para os cerca de 5% das duas concorrentes mais rapidamente. A adquirente tem conversas avançadas com quatro players, sendo um estrangeiro, mas mantém os nomes guardados a sete chaves. O perfil do investidor procurado é, além de capacidade financeira, potencial de distribuição e de geração de volume de transações e/ou de expansão do leque de seus atuais produtos.

Independente A expectativa do braço de adquirência do BS2 é fechar o ano de 2018 com R$ 20 bilhões. Ainda novo nesse mercado, a grande aposta da adquirente para marcar território nesse disputado mercado está no modelo de open banking. Ou seja, a Adiq oferece sua plataforma para que grandes parceiros comerciais lancem “maquininhas” própria e ainda fiquem com parte da receita gerada na operação. A proposta envolve também os marketplaces.

Em tranformação A rede de adquirência faz parte do projeto de transformação do banco mineiro, após a venda dos negócios de consignado para o Santander, onde é sócio minoritário. Além de mudar de nome de Bonsucesso para BS2, criou uma plataforma de operações totalmente digital, a qual formalmente será lançada no próximo dia 21, quando a família comemora 26 anos de banco.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real.

Tendências: