Administradora ‘exporta’ consórcio para compra de imóvel no exterior

Administradora ‘exporta’ consórcio para compra de imóvel no exterior

Coluna do Broadcast

05 de abril de 2019 | 04h00

O aumento do interesse dos brasileiros por imóveis no exterior já faz o país “exportar” uma modalidade de aplicação financeira bastante popular por aqui: o consórcio. A BR Consórcios criou uma modalidade que permite comprar imóveis fora do país. Inicialmente, o produto será voltado a quem pretende fazer aquisições nos Estados Unidos. No segundo semestre, a administradora vai lançar um destinado a quem tem planos de investir na Europa, em particular em Portugal. No plano, batizado de My Place, os créditos serão de R$ 300 mil a R$ 600 mil, com prazos de 60 a 120 meses. Para R$ 1 milhão, a modalidade exigirá a aquisição de duas cotas.

Entrada. O plano da BR Consórcio é atrair cotistas que muitas vezes deixam de fechar negócio nos EUA por não terem imediatamente 40% do valor do imóvel para a entrada, praxe no mercado. Segundo um levantamento feito pela administradora com pessoas com patrimônio superior a R$ 3 milhões, 64% têm interesse de comprar um imóvel fora do país, seja para residência ou diversificação de portfólio.

Oportunidade. Apenas na Flórida, os brasileiros gastaram US$ 2 bilhões no ano passado comprando imóveis, de acordo com uma pesquisa da Elite International Realty. No Brasil, os consórcios de imóveis tinham no ano passado 885 mil participantes ativos, o maior número já registrado, segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). (Patrick Cruz)

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Mais conteúdo sobre:

mercado imobiliário