Advent deve dar adeus a Lojas Quero-Quero, que prepara IPO de R$ 2,5 bi

Advent deve dar adeus a Lojas Quero-Quero, que prepara IPO de R$ 2,5 bi

Fernanda Guimarães

23 de julho de 2020 | 05h00

O fundo Advent poderá se despedir da varejista de material de construção Quero-Quero. Caso exista demanda para o lote suplementar de ações durante a oferta inicial da rede, prevista para o próximo mês, o fundo de investimentos colocará cerca de R$ 2 bilhões no bolso e deixará de ter participação na empresa.

Com a estreia na Bolsa marcada para o dia 10 de agosto, o lançamento dos papéis da Quero-Quero pode movimentar quase R$ 2,5 bilhões. Do recurso que vai para o caixa, parte será destinada a novos centros de distribuição, estoque, capital de giro, na forma de recebíveis para financiar clientes, e reforço de caixa. Em seu prospecto, a rede diz ser a maior varejista especializada em materiais de construção do Brasil em número de lojas e a segunda maior em área de vendas. Sua atuação é direcionada para pequenas e médias cidades

Tudo o que sabemos sobre:

varejoQuero-Quero

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: