Aeroporto industrial de BH Airport assina contrato com Amerisolar Brasil

Aeroporto industrial de BH Airport assina contrato com Amerisolar Brasil

Cristian Favaro

11 de novembro de 2020 | 05h20

A BH Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de BH, em Confins, assinou contrato com a segunda empresa a se instalar no Aeroporto Industrial. A Amerisolar Brasil, multinacional especializada na produção de equipamentos de energia solar, iniciou o processo de implantação de sua fábrica no local. A previsão é que as operações comecem no primeiro trimestre de 2021.

Nova operação. Esta é a sexta fábrica da Amerisolar no mundo, depois de Austrália, China, Coreia do Sul, Estados Unidos e Camboja. Controlada globalmente por chineses, a companhia fez uma joint venture com uma empresa brasileira para criar a Amerisolar Brasil. A linha de produção a ser inaugurada no início do próximo ano terá capacidade para fabricar 30 mil painéis/mês e 50% da produção deverá ser exportada para países da América Latina, sobretudo México, Argentina, Peru, Chile e Colômbia.

Ampliação. Inicialmente, a Amerisolar Brasil irá ocupar um módulo provisório do Aeroporto Industrial localizado ao lado do Terminal de Cargas. No entanto, a empresa já tem planos de ocupar uma área quatro vezes maior que a atual, no galpão de expansão previsto para a segunda fase do empreendimento.

Largada. A empresa foi lançada seis meses após a inauguração do Aeroporto Industrial. A Clamper, do segmento de dispositivos de proteção contra surtos elétricos, foi a primeira empresa a se instalar no Aeroporto Industrial.

Isenção. O Aeroporto Industrial é destinado, principalmente, à instalação de empresas voltadas à exportação de produtos manufaturados e usam matérias-primas importadas. Ao fabricar seus produtos dentro do Aeroporto Industrial, as empresas têm isenções fiscais quando exportarem os produtos acabados. A concessionária obteve certificação da Receita Federal, que credencia a operação.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

#aeroportos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: