Agência de classificação de riscos projeta mais rebaixamentos em 2017

Agência de classificação de riscos projeta mais rebaixamentos em 2017

Coluna do Broadcast

31 de janeiro de 2017 | 05h00

Ratings agency Standard & Poors' building is seen in New York's financial district, December 8, 2011. REUTERS/Brendan McDermid (UNITED STATES - Tags: BUSINESS)

(Foto: Brendan McDermid/Reuters)

A confiança no Brasil vem melhorando, mas a expectativa é de que 2017 seja mais um ano de rebaixamento de notas das empresas pelas agências de classificação de riscos. A Standard & Poor’s (S&P) Global Ratings, que rebaixou, no ano passado, 202 emissores dos mercados emergentes – e elevou o rating de 72 -, espera um novo ano de cortes na região, em especial na América Latina. De todos os downgrades entre os emergentes, o Brasil respondeu por cerca de 25%, com 55 rebaixamentos. A elevação de ratings por aqui, por outro lado, ocorreu apenas duas vezes no período.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.