Agibank suspende por tempo indeterminado aberturas de contas PJ

Agibank suspende por tempo indeterminado aberturas de contas PJ

Coluna do Broadcast

04 Outubro 2018 | 04h00

O banco digital Agibank está recusando a abertura de novas contas para pessoas jurídicas. A explicação da instituição é de que seu sistema para os microempreendedores (MEIs) está sendo aperfeiçoado, o que afetou a abertura de contas de pessoas jurídicas.

A suspensão é por tempo indeterminado. Com isso, saem ganhando os concorrentes digitais, que estão capturando as contas que, desde o dia 26 de setembro, são recusadas. Até mesmo alguns pedidos de abertura de contas PJ feitas antes dessa data estão sendo prejudicados.

Meteórico. Até junho, o banco tinha 266 mil contas, número expressivamente superior às 42 mil de junho do ano passado. O Agibank fechou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 48 milhões, pouco acima do dobro do mesmo período de 2017. Procurado, o Agibank confirmou a suspensão e disse que os clientes serão informados oportunamente sobre eventuais alterações de procedimentos.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real

Mais conteúdo sobre:

agibankmei