“Alfabetização” do PIX avança na Renner e modalidade chega a 5% do digital

“Alfabetização” do PIX avança na Renner e modalidade chega a 5% do digital

Gabriel Baldocchi

26 de março de 2021 | 05h10

 

Ainda em fase de adaptação no mercado, o Pix vem ganhando adesão em grupos de varejo que apostaram cedo na nova modalidade de pagamento. A Renner disponibilizou a opção no dia seguinte ao lançamento feito pelo Banco Central, em novembro, e vem ajudando a “alfabetizar” os clientes sobre a forma de usar a ferramenta na hora da compra. Com 142 mil transações já registradas, a modalidade chegou a 5% das vendas digitais no grupo.

O comércio eletrônico concentra a ampla maioria das compras com Pix, ainda mais num momento em que lojas físicas estão fechadas. O digital cresceu 126% no ano passado e hoje representa 12% das vendas totais do grupo.

A rede diz não ter preferência pela nova modalidade de pagamentos, apesar de o Pix ter taxas menores do que as empresas de maquininhas, quando há cobrança. Afirma que o trabalho é ajudar os clientes a entenderem a ferramenta e busca aprimorar a experiência, com uma oferta maior de opções para a compra.

Usuários do PIX estão crescendo

Os números do Banco Central mostram evolução gradual do Pix. Hoje, são 73 milhões de usuários cadastrados, sendo a maioria pessoas físicas (68,7 milhões). A média diária é de movimentação de R$ 7,7 bilhões por meio da modalidade, com transações de R$ 673, na média.

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 25/03/2021

Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Rennerpixlojasvarejo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.