Algar ativa 5G em Uberaba, Uberlândia e Franca nesta quarta-feira

Algar ativa 5G em Uberaba, Uberlândia e Franca nesta quarta-feira

Circe Bonatelli

15 de dezembro de 2021 | 05h45

Algar arrematou a faixa de 2,3 Ghz no leilão do 5G, em novembro   Foto: Dida Sampaio/Estadão

A mineira Algar Telecom vai dar largada à corrida pelo título de primeira operadora a oferecer o 5G no País. A companhia anunciará hoje a ativação do sinal de internet móvel de quinta geração em Uberaba e Uberlândia (MG) e Franca (SP). As antenas já começaram a ser instaladas, e a cobertura vai atingir um terço da área das cidades até o fim de semana. Os equipamentos utilizados são da chinesa Huawei e da finlandesa Nokia.

O 5G da Algar será oferecido por meio da faixa de 2,3 Ghz, arrematada no leilão realizado no mês passado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Essa é a faixa mais utilizada pelas teles mundo afora no começo das operações do 5G. Ela representa um avanço, pois permitirá velocidade de navegação 40 vezes superior à do 4G.

No entanto, ainda não atingirá a baixíssima latência (tempo de resposta entre aparelhos). Isso é o que permitirá experiências revolucionárias com o 5G, como cirurgias à distância e tráfego de carros autônomos, por exemplo. Isso demandará a faixa de 3,5 Ghz, que também foi leiloada, mas ainda está passando por uma etapa de limpeza para evitar interferências de sinais de antenas parabólicas. Ela só estará disponível ano que vem.

Em busca de diferencial

Ao sair na frente no anúncio do 5G, a Algar busca um diferencial para seduzir clientes de outras operadoras, além de incentivar os próprios clientes a migrarem para planos com pacotes maiores de dados (bem como preços mais altos). Trata-se de uma estratégia para ampliar receitas e ganhar participação em um mercado consolidado, em que praticamente não há mais clientes sem um chip para atrair.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 14/12/21, às 19h11.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.