Alsol e Aliança apostam em tecnologia nacional para projeto solar flutuante

Alsol e Aliança apostam em tecnologia nacional para projeto solar flutuante

Coluna do Broadcast

02 de outubro de 2019 | 04h00

Por Luciana Collet

Sai o importado, entra o produto nacional. A Aliança Energia e a Alsol Energias Renováveis, do grupo Energisa, instalaram uma usina solar flutuante de 100 Kwp no reservatório da Hidrelétrica Eliezer Batista, em Aimorés (MG), que utiliza flutuadores com tecnologia 100% nacional, na primeira iniciativa deste tipo até agora. Atualmente, os flutuadores são fabricados apenas por empresas estrangeiras, o que encarece esse sistema para empreendedores brasileiros.

Milhões envolvidos. O projeto em desenvolvimento pelas empresas visa a disponibilizar ao mercado um flutuador brasileiro e sustentável, feito a partir de materiais reciclados. Os modelos estão atualmente sendo testados, de modo a aperfeiçoar a nacionalização da tecnologia. No total, os investimentos envolvidos neste projeto somam R$ 22 milhões.

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Aliança EnergiaAlsol Energias Renováveis

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: