Antes de pandemia, movimento do comércio já registrava queda em fevereiro

Antes de pandemia, movimento do comércio já registrava queda em fevereiro

Fernanda Guimarães

27 de março de 2020 | 05h00

Foto: Ina FASSBENDER / AFP

Antes mesmo de decretada a pandemia do coronavírus, o movimento do comércio já estava mais fraco em fevereiro. O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, caiu 1,5% no mês passado na comparação mensal dessazonalizada, de acordo com dados da empresa de crédito Boa Vista. Nos últimos 12 meses, o indicador subiu 1,3%. Ante o mesmo mês de 2019, o varejo teve crescimento de 0,8%. Segundo a Boa Vista, a queda é reflexo do mercado de trabalho bastante fragilizado e com fraco crescimento da renda, que implicam em maior endividamento, queda no consumo e risco de inadimplência. No novo contexto, a tendência é de piora dos indicadores.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Quer saber mais sobre o Broadcast? Fale conosco

Tudo o que sabemos sobre:

comércioIndicador Movimento do Comércio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: