Apenas 17% dos executivos veem receita no nível pré-pandemia ainda em 2021

Apenas 17% dos executivos veem receita no nível pré-pandemia ainda em 2021

Fernanda Guimarães

09 de maio de 2021 | 05h15

Varejo tem mais urgência na digitalização FOTO: Nilton Fukuda /Estadão

Somente 17% dos executivos brasileiros acreditam que a receita de suas empresas retornará aos níveis pré-pandemia ainda em 2021. Diante do ritmo de vacinação ainda muito lento no Brasil, a confiança corporativa no País está muito abaixo da média no mundo. Globalmente, 46% dos executivos veem a recuperação das receitas ainda este ano.

Por aqui, a maioria (52%) acredita que o retorno a patamares de antes da crise sanitária ocorrerá apenas a partir do ano que vem. O sócio de estratégia da EY e responsável pela pesquisa, Eduardo Tesche, afirma, contudo, que a crise deixou evidente aos entrevistados que a transformação digital precisa ser prioridade nas companhias.

Executivos apostam em digitalização

Na pesquisa, 43% disseram estar inclinados a realizar fusões e aquisições nos próximos 12 meses. Deles, 70% admitem que a pandemia levou à priorização em estratégias de transformação digital. Segundo Tesche, nenhum setor está imune à digitalização.

Mesmo assim, alguns setores, como o varejo, têm maior senso de urgência e estão acelerando esse processo. A pesquisa foi feita entre novembro e fevereiro, com mais de 2,4 mil executivos de 52 países, em 15 setores da economia.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 07/05, às 13h35.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

receitaEY#fusoes&aquisições

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.