Apesar de disputa com Heineken, distribuição de cerveja pela Coca dobra

Apesar de disputa com Heineken, distribuição de cerveja pela Coca dobra

Economia & Negócios

30 Agosto 2018 | 04h00

A distribuição de cervejas das marcas pertencentes à Heineken pela rede da Coca-Cola cresceu 59% em julho deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado, apesar da disputa em câmara de arbitragem travada pelas duas empresas de bebidas. O mais recente desfecho da briga foi uma liminar garantindo a manutenção, até 2022, do contrato de distribuição da fabricante de cervejas holandesa com a Coca-Cola.

Não quero mais. A Heineken tenta desfazer o contrato com a Coca-Cola desde a aprovação pelos órgãos reguladores, em 2017, da aquisição da Brasil Kirin, que possui rede própria de distribuição e é dona das marcas Schin, Eisenbahn e Baden Baden. A Heineken lembra que a arbitragem segue em andamento regular e que não há uma decisão ainda sobre o mérito da disputa. A empresa diz ainda que, de qualquer forma, continuará cumprindo a decisão de manter a distribuição de sua carteira de cervejas pela Coca-Cola até o encerramento do processo.

Siga a @colunadobroad no Twitter