Após ação trabalhista, presidente da Riachuelo pede manifestação contra MPT

Coluna do Broadcast

21 Setembro 2017 | 05h00

O presidente da Riachuelo, Flávio Rocha, usou as redes sociais para convocar uma manifestação nesta quinta-feira, 21, em frente ao Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Norte. Em postagem direcionada à procuradora Ileana Neiva Mousinho, o executivo diz que ela persegue a companhia. “Ao nos expulsar do nosso próprio Estado, a senhora nos obrigou a construir nossas fábricas em outros Estados e países, que nos recebem com o respeito que merece quem cria empregos e riqueza.” O protesto foi motivado por ação trabalhista de R$ 37 milhões contra a Guararapes, dona da Riachuelo.

Política? Rocha tem sido um defensor da reforma trabalhista e é visto como tendo alguma afinidade com a política. Já teve seu nome cotado diversas vezes para uma disputa eleitoral no próximo ano. Recentemente, ouviu de uma plateia de empresários que poderia ser candidato à vice-presidência ou a governador. (com Dayanne Sousa)

Siga a @colunadobroad no Twitter