Após dois anos de pandemia, 75% estão confiantes em voltar ao escritório

Após dois anos de pandemia, 75% estão confiantes em voltar ao escritório

Circe Bonatelli

25 de maio de 2022 | 05h41

Na pandemia, 23% das empresas foram para um espaço maior  Foto: Alex Silva/Estadão.

Após o avanço da vacinação contra covid e uma queda robusta nos novos casos de contaminação e óbitos, 75% dos trabalhadores de escritórios da América Latina afirmam sentir-se seguros para voltar ao expediente presencial – ainda que revezando a jornada com alguns dias em casa. Isso é o que mostra pesquisa elaborada pela empresa de escritórios compartilhados We Work com a consultoria Egon Zehnder e a plataforma de educação corporativa HSM.

Na América Latina, 41% se mudaram para escritório menor

Segundo a pesquisa, 41% das empresas latino-americanas se mudaram para um escritório menor durante a pandemia, enquanto outras 23% foram para um espaço maior e 36% mantiveram o mesmo tamanho. Mesmo com eventuais mudanças, 90% das empresas optaram por manter o endereço na mesma região em que já estavam presentes. A justificativa para isso é que é preciso manter a proximidade do local de trabalho com o transporte público.

A volta ao trabalho presencial também está consolidando uma tendência já esperada, segundo a WeWork. O escritório deixa de ser o local exclusivo do batente para se tornar um espaço mais dinâmico, para reuniões estratégicas, apoio e treinamento, transmissão da cultura corporativa e socialização das equipes.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 24/05/22, às 11h34

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.