Após dois anos fora do mercado, Alphaville planeja retomar lançamentos

Após dois anos fora do mercado, Alphaville planeja retomar lançamentos

Cynthia Decloedt

31 Maio 2018 | 08h47

Com novos projetos suspensos desde 2015 devido à crise no setor imobiliário, a Alphaville Urbanismo prepara-se para voltar ao mercado. A companhia planeja lançar ainda neste ano até dois loteamentos residenciais, que devem somar aproximadamente R$ 100 milhões em valor geral de vendas (VGV). Embora os sócios, os fundos Pátria e Blackstone, donos de 80% da Alphaville, acreditem que a empresa tem potencial para lançar cerca de R$ 1 bilhão em empreendimentos por ano, o nome do jogo segue sendo cautela.

Machucado
Uma das principais feridas deixadas pela crise econômica dos últimos três anos foram os cancelamentos de vendas, que causaram brigas judiciais com consumidores, devolução de valores e prejuízos enormes às empresas do setor. Até que os distratos sejam regulamentados, Pátria e Blackstone não querem saber de mais investimentos relevantes no mercado residencial. Adquirida por R$ 1,4 bilhão em 2013 da Gafisa, que ainda tem 20% na loteadora, a Alphaville passou a reportar prejuízos consecutivos devido ao crescimento exacerbado nos anos anteriores, o que não se sustentou em meio à crise. Procurada, Alphaville não se pronunciou.//CIRCE BONATELLI