Após receber energia, comunidade no Acre é integrada a telefonia e finanças

Após receber energia, comunidade no Acre é integrada a telefonia e finanças

Wilian Miron

02 de novembro de 2021 | 05h30

Comunidade fica em região remota da Amazônia, perto da fronteira com o Peru   Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Poucos dias após receber luz elétrica, por meio da instalação de placas solares e acesso à internet, a comunidade ribeirinha da Vila Restauração, no Acre, deve ser integrada também ao sistema financeiro por meio da Voltz, fintech de crédito da Energisa, e à telefonia, pela TIM.

Desde terça-feira, 26, placas solares e baterias de lítio instaladas pela Energisa na comunidade passaram a gerar energia. Foram beneficiadas 193 são residências, 14 comércios e 15 unidades de serviços públicos.

O investimento de R$ 20 milhões foi feito pela Energisa, como parte dos programas de Pesquisa e Desenvolvimento e de Eficiência Energética, regulados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Até então, a energia era gerada a diesel e havia luz elétrica apenas durante três horas diárias.

Agora, o excedente gerado em dias mais ensolarados será armazenado nas baterias para permitir o abastecimento à noite ou em momentos de baixa incidência de luz solar. Com 750 habitantes, Vila Restauração fica numa área remota da Amazônia, próxima à fronteira com o Peru. Além de energia, os moradores passaram a ter acesso também a serviços de telecomunicações em 4G da TIM, o que vai permitir a bancarização na comunidade.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast  no dia 01/11/21, às 15h30.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

EnergisaVoltzTimenergiatelefoniaAcre

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.