Após ser adquirida por gigante chinesa, 99 declara guerra de preços

Após ser adquirida por gigante chinesa, 99 declara guerra de preços

Economia & Negócios

22 Junho 2018 | 04h00

Depois de ser comprada pela gigante chinesa DiDi Chuxing no começo do ano, o aplicativo 99, antigo 99Taxis, declarou uma verdadeira guerra de preços para tornar suas corridas mais acessíveis e, de quebra, ganhar mercado no Brasil. A startup adotou uma nova fórmula de cobrança para carros particulares, segmento batizado de Pop, em 180 cidades como Manaus, Vitória, Natal e Florianópolis. Nessas localidades, o preço praticado pelo aplicativo chega a ser, em média, até 15% mais barato que o da concorrência em corridas de até nove quilômetros.

Ganha-ganha
O motorista também sentirá os efeitos da maior agressividade da 99, com a redução média de 10% na taxa cobrada pelo aplicativo aos parceiros. A nova estratégia já dá resultados. Entre março de 2018 e o mesmo mês do ano anterior, o serviço de carros particulares da 99 saltou 250%.

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real.

Siga a @colunadobroad no Twitter