Após transportar 286 profissionais de medicina, azul prorroga iniciativa

Após transportar 286 profissionais de medicina, azul prorroga iniciativa

Cristiane Barbieri

02 de julho de 2020 | 04h10

A Azul já transportou o equivalente a cinco jatos lotados de profissionais de medicina pelo Brasil durante a pandemia. Desde março, a empresa levou 286 médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos e nutricionistas em deslocamento na função de combate ao coronavírus, em assentos disponíveis em 574 voos. Eles pagaram apenas a taxa de embarque.

No céu. Se cada bilhete tivesse sido vendido, a empresa teria faturado R$ 135 mil. Os trajetos também valeram pontos no programa de fidelidade TudoAzul. A aérea tem transportado ainda equipamentos, buscado insumos em outros países, feito voos de repatriação e ativado a rede de voluntários interna. A iniciativa, que terminaria no fim de junho, foi prorrogada até 31 de julho.

contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

#médicos#covid-19azul

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.