Após uma década, Eztec lançará torres residenciais do Parque da Cidade (SP)

Após uma década, Eztec lançará torres residenciais do Parque da Cidade (SP)

Coluna do Broadcast

16 de maio de 2019 | 04h00

Por Circe Bonatelli

Quase dez anos depois de idealizado, o complexo imobiliário Parque da Cidade, ao lado da Marginal Pinheiros, em São Paulo, começa a ver suas torres residenciais serem construídas. O lançamento para o público ocorrerá em meados de agosto, conforme planeja a Eztec. O complexo foi anunciado em 2012 pela Odebrecht Realizações Imobiliárias (OR), englobando cinco prédios comerciais, um hotel e um shopping center, além dos imóveis residenciais. Mas a crise da economia brasileira e do próprio grupo obrigaram a Odebrecht a vender os ativos para estancar a dívida crescente.

Bom negócio. A Eztec ficou com o terreno e o projeto residencial já aprovado, por R$ 90 milhões. As despesas decorrentes da obra são por sua conta. Nada mal, sendo que a expectativa é de arrematar cerca de R$ 500 milhões com as vendas dos apartamentos de alto padrão nos próximos anos.

Desova. Nos anos anteriores, a Odebrecht Realizações Imobiliárias vendeu os projetos na planta de três prédios comerciais para a Hemisfério Sul Investimentos (HSI), em um negócio avaliado nos bastidores em cerca de R$ 400 milhões, e ainda uma torre comercial e um shopping center, já construídos, para o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil (Previ), por uma bolada de R$ 800 milhões. A maior parte dos prédios do Parque da Cidade já estão em funcionamento.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Tudo o que sabemos sobre:

Eztecodebrecht

Tendências: