ArcelorMittal quer reduzir emissões de carbono no Brasil em 10%

ArcelorMittal quer reduzir emissões de carbono no Brasil em 10%

Irany Teresa

11 de junho de 2021 | 05h40

Foto: Andrew Testa/NYT

Segunda maior produtora de aço do mundo, a ArcelorMittal anunciou em março a meta de reduzir em 30% as emissões de carbono na Europa, até 2030. Esta semana, a subsidiária da empresa divulgou a meta de descarbonização para o Brasil no mesmo período: 10%.

A meta inferior de redução para o País está basicamente ligada às ferramentas disponíveis à siderúrgica pelos próximos nove anos: a busca por maior eficiência energética e, mais recentemente, a possibilidade de acesso ao gás natural no Espírito Santo, onde está localizada a maior usina do grupo, em Tubarão.

Com a nova Lei do Gás e a “privatização” de ativos da Petrobras, a empresa espera, enfim, dispor de gás natural para substituir parcialmente o carvão usado em alto forno na usina integrada de Tubarão, projeto que se arrasta há cerca de sete anos. Embora não seja uma técnica livre de carbono, reduz a emissão.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 10/06, às 16h22.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

arcelormittalaçoemissões de carbono

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.