Área técnica da CVM tenta sanar dúvidas do mercado sobre ‘lives’

Área técnica da CVM tenta sanar dúvidas do mercado sobre ‘lives’

Mariana Durão

10 de setembro de 2020 | 05h00

Foto: Fabio Motta/Estadão

As orientações da superintendência de Relações com Empresas (SEP) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para a participação de executivos em ‘lives’ seguem reverberando. Para sanar as dúvidas do mercado, a área deve divulgar novo comunicado, provavelmente esta semana. Alguns pontos já foram esclarecidos ao Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (Ibri) e à Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca), que mandaram cartas.

Cerne. A SEP fala em “executivos”, por exemplo, mas entende que qualquer pessoa falando pela companhia, estatutário ou não, deve ser considerada. O que importa é se está tratando de informações do interesse do mercado de capitais, dos acionistas e dos investidores.

Isonomia. O texto sobre ‘lives’ não vale para reuniões fechadas, nem para encontros particulares com investidores. Informações relevantes, porém, não podem ser divulgadas em eventos privados. As companhias devem evitar a propagação seletiva que crie assimetria no mercado.

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 09/09/2020 às 15:45:45.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

CVMlives

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: