Ásia mantém compra de sucata apesar de coronavírus

Ásia mantém compra de sucata apesar de coronavírus

Fernanda Guimarães

10 de abril de 2020 | 10h04

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Apesar dos efeitos do novo coronavírus na economia, a Ásia mostrou apetite na compra de sucata, matéria-prima para a produção do aço. Em março, conforme dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), as vendas externas de sucata atingiram 73 mil toneladas, com receita de U$ 17 milhões e aumento de 135% em relação ao mesmo mês de 2019.

Ajuda. A Ásia é o principal destino da sucata exportada pelo Brasil. No primeiro trimestre, foram 211 mil toneladas, ante 74 mil no mesmo período de 2019. Segundo o presidente do Instituto Nacional das Empresas de Sucata de Ferro e Aço (Inesfa), Clineu Alvarenga, as exportações são hoje uma boa alternativa para o setor, diante da demanda do mercado interno retraída.

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Quer saber mais sobre o Broadcast? Fale conosco

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.