Assessores da OEC se reúnem hoje com credores

Assessores da OEC se reúnem hoje com credores

Cynthia Decloedt

19 de junho de 2019 | 09h16

A construtora OEC, da Odebrecht, e os detentores de 42% dos US$ 2,9 bilhões em bônus por ela garantidos vão se reunir nesta quarta-feira. Assessorada pela Moelis & Company e pelo escritório norte-americano Cleary Gottlieb Steen & Hamilton , a OEC vai apresentar uma contraproposta às demandas desses credores. Novas reuniões estão previstas para a semana que vem. A OEC não está em recuperação judicial, mas trabalha para fechar um acordo extrajudicial. As conversas com os detentores de bônus têm circulado em detalhes sobre como melhorar o valor dos novos papéis, já que o desconto a ser aplicado nessa dívida tende a ser relevante.
Quase nada. Os bônus da OEC têm operado no mercado norte-americano com desconto de 94% a 92% do valor da dívida, implicando uma percepção de que perderão mais do que os 70% de corte que se comenta nas negociações. Algumas das ideias para agregar valor aos novos papéis são participação no lucro futuro e até ações da construtora. As ações da Braskem, bastante demandadas por todos os credores, também já estiveram na mesa das negociações. A expectativa da empresa é fechar uma proposta com os 45% dos credores até 4 de julho, e convencer outros 15% depois disso a assinarem um acordo, o que obrigaria todos os demais credores da construtora a concordar com esses termos. Procurada, a OEC não comentou.

Contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.