Auditoria interna em posição de liderança reduz risco de fraude

Auditoria interna em posição de liderança reduz risco de fraude

Aline Bronzati

09 de agosto de 2020 | 05h03

Estudo da consultoria global Kroll mostra que, para 70% dos auditores internos, a incidência de risco de fraude diminuiu nos últimos cinco anos nas empresas que dão à área de auditoria interna posição de liderança nas atividades operacionais de prevenção, detecção ou resposta a fraudes nas organizações.

Olhar atento. Em parceria com o Institute of Internal Auditors (IIA), a pesquisa ouviu 704 auditores internos de várias partes do mundo. De acordo com 85% dos entrevistados, o investimento em gerenciamento de riscos de fraude em suas organizações aumentou ou permaneceu o mesmo nos últimos anos.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.