Auditorias ganham novamente holofotes após PwC ser afastada de Oi

Coluna do Broadcast

07 de abril de 2017 | 05h00

Depois de a PwC ser substituída na administração judicial da Oi, as firmas de auditoria voltaram a ganhar os holofotes. Empresas, analistas e especialistas têm tecido críticas quanto à expansão e diversificação de atividades dessas companhias, o que poderia comprometer o negócio principal delas. A reputação para essas de auditoria é um ativo de extrema relevância e a entrada em um negócio controverso acaba adicionando risco à credibilidade.

Pegou pesado

No documento em que afasta a PwC, o juiz da recuperação da Oi não poupou palavras. “Desde o início, o AJ (administrador judicial) financeiro parece ter tido dificuldades em compreender seu papel nesta recuperação.” E mais: “Talvez porque tenha sido a primeira vez em que atua como administrador judicial”.

Podia ser pior

E o desfecho para a auditoria poderia ter sido pior. Na ordem, o juiz explicita que poupou a PwC de uma merecida destituição, o que a impossibilitaria de exercer essa atividade por cinco anos. A PwC não comentou.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tendências: