Aumento da expectativa de vida impulsiona seguros para doenças graves

Aumento da expectativa de vida impulsiona seguros para doenças graves

Coluna do Broadcast

31 de outubro de 2019 | 04h00

O volume de prêmios de seguro individual na modalidade Doenças Graves cresceu 37% nos oito primeiros meses do ano, segundo a Susep. O maior tempo de vida do brasileiro e a perda de acesso a planos de saúde por parte da população ajudam a explicar o fenômeno. Só a Prudential do Brasil, dona de 57,3% desse mercado, teve alta de 25% em prêmios na modalidade até agosto, faturando R$ 125 milhões. Os benefícios pagos até setembro pela seguradora nessa cobertura somam R$ 69 milhões. É mais do que em todo o ano passado (R$ 65 milhões).
Seguro modelar. O seguro para Doenças Graves ocupa o segundo lugar no ranking de coberturas opcionais vendidas pela seguradora americana. A Prudential vê potencial e está lançando o DDR Modular, com proteção ampliada para 25 doenças divididas nos módulos “câncer”, “cardiovasculares”, “falência de órgãos” e “neurológicas”. Com maior participação como chefes de família, as mulheres têm feito mais seguro: o número de apólices emitidas na Prudential Brasil para o público feminino cresceu 91,3% de 2013 a 2018. Hoje elas são 38% da base de clientes ativos.//Mariana Durão
Siga a @colunabroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

seguroSusep

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: