Aumento de demanda por alumínio faz CBA contratar 370 em 2020

Wagner Gomes

20 de dezembro de 2020 | 05h00

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) contratou 370 funcionários ao longo de 2020 para atender ao aumento da demanda por alumínio prevista para os próximos anos. Mais 109 vagas estão previstas para serem abertas entre janeiro e fevereiro. A CBA tem capacidade produtiva de 450 mil toneladas por ano de metal primário e 220 mil toneladas anuais de produtos transformados.

Para não cortar a produção e os empregos no meio da pandemia, a companhia passou a exportar mais lingotes e aumentou a produção de folhas em 22%. Com isso, conseguiu atender à demanda do mercado de embalagens, que registrou crescimento devido ao consumo de alimentos e bebidas pelas famílias em quarentena.

Prédios. Depois de um primeiro semestre ruim, com a queda na demanda da indústria automotiva e construção civil, os negócios começaram a melhorar em agosto e continuam até este fim de ano. Agora, para atender especialmente ao mercado de construção, a CBA inaugurou recentemente um novo poço para a produção de tarugos, possibilitando a ampliação da capacidade instalada em 50%, a partir de um investimento de R$ 30 milhões, feito há cerca de 2 anos.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 18/12/2020 às 16:24:09 .

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Tudo o que sabemos sobre:

CBA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.