Aumento inesperado no consumo provoca falta de produtos em supermercados

Coluna do Broadcast

19 de novembro de 2019 | 05h54

Movimento surpreendeu varejistas Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO

Por Cynthia Decloedt

Os supermercados foram surpreendidos por um crescimento maior do que esperavam do consumo em setembro e em outubro. O resultado foi a falta de produtos nas prateleiras superior ao dos mesmos meses do ano passado. À época, os supermercados se prepararam para um crescimento de consumo próximo das eleições, que não aconteceu. A Neogrid, empresa especializada em gestão automática da cadeia de suprimentos, apurou que a ausência de produtos nos estoque dos supermercados atingiu, na média, o patamar de 10,32% em setembro e de 10,37% em outubro, superando os níveis de 9,82% e 9,85% nos respectivos meses do ano passado. Para a Neogrid os fatores por trás dessa reação do consumidor são uma melhora da confiança, impulsionada pela liberação dos saques do Fundo do Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), pelo pagamento do PIS e pelas campanhas promocionais do governo federal como a Semana do Brasil.

Leia também: Varejo aposta em crédito e FGTS para ter o melhor Natal desde 2013

Reportagem publicada no Broadcast em 18/11/2019 às 15:40:39

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: