B3 ‘devolverá’ R$ 22 mi em sinergias com fusão

B3 ‘devolverá’ R$ 22 mi em sinergias com fusão

Economia & Negócios

20 Abril 2018 | 04h00

A B3 devolverá, em maio, R$ 22 milhões em forma de desconto aos seus clientes, já como fruto das sinergias de despesas capturadas por conta da combinação de negócios entre a BM&FBovespa e a Cetip, que acaba de completar seu primeiro ano. A integração das empresas está em ritmo rápido e se encerrará já no fim deste ano, antes do previsto. O processo vai bem, tanto que a Bolsa já aumentou em 10% o valor das sinergias a serem alcançadas com a fusão, antes projetadas em R$ 100 milhões. As sinergias de R$ 110 milhões devem ser alcançadas a partir de 2021. Parte dessas economias serão repassadas aos clientes. Já dentro de casa, a B3 bateu o martelo e modernizará, internamente, seus dois prédios no centro, que são tombados. Apesar da ansiedade, o processo não será curto: levará de 18 a 24 meses. Isso porque a reforma acontecerá em blocos, de dois em dois andares, em um tempo estimado de quatro meses. O início já tem data: julho ou agosto.

Siga a @colunadobroad no Twitter