B3 mira no S, do ESG, e lança índice sobre trabalho este ano

B3 mira no S, do ESG, e lança índice sobre trabalho este ano

Cynthia Decloedt

20 de agosto de 2021 | 05h10

Índice está sendo estruturado em parceria com a consultoria GPTW   Foto: Alex Silva/Estadão

A B3 vai lançar, ainda este ano, um índice voltado a mostrar como as empresas estão se posicionando em relação a temas em alta, como o respeito à diversidade dentro das empresas. Assim como transparência de gestão, respeito nas relações dentro das organizações e políticas de retenção de talentos, o assunto faz parte da área Social, da trinca ESG, que reflete os compromissos ambientais, sociais e de governança que as empresas vem assumindo.

O índice está sendo estruturado em parceria com a consultoria GPTW, responsável pelo ranking das melhores empresas para se trabalhar. A B3 ainda define a metodologia. Mas, grosso modo, o índice vai ser composto por empresas aquelas que têm certificado e estão no ranking da GPTW. Dessa forma, as participantes não precisarão responder a um questionário, como acontece no ISE, o índice de sustentabilidade da B3.

A decisão de partir para o S veio da percepção da B3 de que há uma demanda no mercado pelos temas relacionados especificamente ao social, segundo o diretor de Produtos Listados e Dados da B3, Luís Kondic. O ISE é um índice de sustentabilidade que traz os conceitos embutidos nas três letras do ESG. O desdobramento da criação de um índice social pode ser a criação de produtos financeiros específicos com esse viés, como ETF, que são índices focados. A B3 inclusive está trabalhando para o lançamento posteriormente de um índice exclusivamente olhando para a diversidade.

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 19/08/21 às 11h41.

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

esgISEsustentabilidadeGPTWb3

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.