Banco do Brasil ajudará Estados e municípios a cobrar tributos via PIX

Banco do Brasil ajudará Estados e municípios a cobrar tributos via PIX

André Ítalo Rocha

25 de fevereiro de 2021 | 05h01

Crédito da foto: Nilton Fukuda/Estadão

Crédito da foto: Nilton Fukuda/Estadão

 

O Pix, que já é usado pelo governo federal para facilitar o pagamento de impostos federais, começa a avançar também para Estados e municípios. Alguns deles, como o Estado de São Paulo, têm se preparado para incluir o Pix como uma alternativa para o recolhimento de tributos locais, como o ICMS (estadual) e o IPTU (municipal), por meio de uma solução desenvolvida pelo Banco do Brasil.

Instantâneo. A solução do banco permite que o contribuinte faça a quitação do tributo através de um QR Code, que pode ser pago através do aplicativo de qualquer instituição financeira que tenha o Pix, não apenas pelo BB. Além de São Paulo, estão em fase de integração à tecnologia os estados do Piauí e do Acre. Entre os municípios, estão Eusébio, no Ceará, São José dos Campos, no interior paulista, Uberlândia, em Minas Gerais, e Linhares e Vila Velha, ambas no Espírito Santo.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 24/02/2021

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse
http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Tudo o que sabemos sobre:

piximpostosbanco do brasil

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.