Banco do Brasil economiza R$ 3 milhões com sua primeira usina de energia limpa

Banco do Brasil economiza R$ 3 milhões com sua primeira usina de energia limpa

Cynthia Decloedt

11 de outubro de 2020 | 05h11

Foto: Aline Bronzati/Estadão Conteúdo

 

O Banco do Brasil já economizou R$ 3 milhões em gastos com energia desde a inauguração, em março, de sua primeira usina de geração de energia solar no município de Porteirinha, norte de Minas Gerais. Os 19 mil painéis solares instalados em uma área de 20 hectares foram construídos pela EDP e fornecem energia suficiente para compensar o consumo de 100 agências do BB no estado mineiro.

Eficiência. A usina é uma das sete que o BB já licitou para a construção e com as quais pretende chegar a uma economia de R$ 150 milhões em energia até 2025. Já na quinta-feira da semana que vem, dia 15, o BB vai inaugurar uma segunda usina de energia fotovoltaica, a primeira no Norte do País, na cidade de São Domingos do Araguaia (PA). Uma outra usina de MG entrará em operação no primeiro semestre de 2021. As quatro demais, no Distrito Federal, Goiânia, Bahia e Ceará, têm previsão de conclusão até o final de 2021

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: