Banco do Brasil vai investir R$ 200 mi em novatas da tecnologia

Banco do Brasil vai investir R$ 200 mi em novatas da tecnologia

Por Aline Bronzati

06 de agosto de 2020 | 05h16

Foto: Aline Bronzati/Estadão Conteúdo

O Banco do Brasil prepara um investimento da ordem de R$ 200 milhões para adquirir participações minoritárias em startups. O anúncio está previsto para ocorrer hoje, dia 06, em paralelo à divulgação de resultados, última sob a gestão do economista Rubem Novaes, de saída do comando da instituição. Metade do valor inicial já seria desembolsado no curto prazo. Trata-se da primeira etapa de um plano ambicioso – cuja cifra seria bem maior – e em gestação há algum tempo no banco. Nos bastidores, o projeto é tido como um importante instrumento para o BB se posicionar em meio à arena digital na qual se transformou o setor financeiro. A meta era ter uma série de investimentos ainda em 2020, mas a pandemia atropelou os planos. O BB tem interesse em startups que tenham sinergia com o seu negócio como aquelas focadas nos setores financeiro, seguros e de agronegócios. Em troca, vislumbra parcerias elas.

Como será? Para viabilizar o investimento, o BB já teria selecionado fundos que compram participação em empresas iniciantes, conhecidos como venture capital, e gestores privados. Poderá tanto fazer aportes sozinho, como ao lado de outras companhias, desde que não sejam concorrentes. A seleção das investidas ainda não teria começado.

Passa longe. Para tirar o projeto do papel, o BB gastou um tempo com a definição e aprovação de regras duras de governança corporativa nos vários escalões do banco. Uma das premissas é a de que a instituição não terá controle de nenhum negócio investido.

Gato escaldado. Desde a eclosão da Operação Lava Jato, o temor da caneta tem assombrado as instituições públicas. Startups com algum tipo de relação política ou de executivos próximos da instituição financeira – como recentemente se viu no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) – já estão cortadas da lista de candidatas que poderão ter acesso aos recursos, por exemplo. Procurado, o BB não comentou.

contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: