Banco Modalmais traz time do Santander para ofensiva no mercado institucional

Banco Modalmais traz time do Santander para ofensiva no mercado institucional

Por Aline Bronzati

05 de agosto de 2020 | 05h00

O banco Modalmais colocou em prática um ambicioso projeto para galgar espaço junto a clientes institucionais. Para isso, ‘tomou’ parte da equipe da mesa de operações do concorrente Santander Brasil. O time será liderado por Jose Dezene, diretor de securities services do Modalmais. Ele já havia deixado o Santander quando aceitou o novo desafio. Com passagens ainda pelo Itaú BBA, Dezene se reportará a Ronaldo Guimarães, sócio e diretor do Modalmais.

Time. Além de Dezene, outros quatro egressos do Santander chegam para reforçar a equipe institucional do Modalmais, que conta ainda com o estrategista-chefe do banco, Felipe Sichel. São eles: Lucas Pereira, Kelvin Alencar, Fabiana Losacco e Eliezer Freitas.

Outro patamar. O desafio do time, que começa hoje, é posicionar o Modalmais em outro patamar junto a clientes institucionais, aprofundando as análises e coberturas de mercado feitas pelo banco. O foco é ampliar o portfólio de produtos e serviços de consultoria política e econômica.

Digital. Fundado em 1996 por ex-sócios do Garantia, o Modal se debruçou na reviravolta de seus negócios nos últimos anos, com foco no digital. Em 2015, criou a plataforma Modalmais. Com o sucesso da iniciativa, o banco foi rebatizado e passou a se chamar Modalmais. Também atraiu investidores. Recentemente, o suíço Credit Suisse anunciou a compra de até 35% do capital.

Com a palavra. Procurado, o Santander Brasil informou que irá repor as vagas.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 04/08 às 14h41.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.