Banco Pan escolhe assessores para oferta de ações de até R$ 1,5 bi

Banco Pan escolhe assessores para oferta de ações de até R$ 1,5 bi

Coluna do Broadcast

14 de agosto de 2019 | 05h00

O Banco Pan (ex-Panamericano) também selecionou assessores financeiros para colocar na rua uma oferta de ações subsequente de cerca de R$ 1,5 bilhão. Além dos próprios bancos de investimento dos sócios, o BTG Pactual e a Caixa Econômica Federal, foram selecionados ainda Santander Brasil e Morgan Stanley.

Batendo o martelo

A Caixa já se pronunciou oficialmente sobre sua intenção de se desfazer da fatia que detém no banco que teve origem no grupo Silvio Santos. Além de injetar recursos para a expansão do Pan e melhorar sua liquidez na bolsa, atualmente com 16,6% de free float – abaixo do mínimo de 25% exigido, a operação também pode ser uma janela para saída parcial do sócio público. A Caixa, porém, ainda não teria batido o martelo sobre a quantidade de ações que venderá. Procurado, o Pan não comentou. Caixa e BTG também não se manifestaram. Ontem, após o fechamento do mercado, o banco Pan confirmou a operação.

Contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Banco PanCaixa Econômica Federal

Tendências: