Banco Votorantim ganha espaço em operações no mercado de capitais

Economia & Negócios

21 de outubro de 2016 | 05h00

O Banco Votorantim passou a estar mais presente em diversas operações do mercado de capitais, em especial, em ofertas de ações. A explicação é simples: a instituição é credora de muitas empresas e, na hora de estruturar as ofertas, ganha seu lugar ao sol na operação. É o caso de Sanepar e Tenda, que pretendem fazer uma oferta ainda neste ano.

 

Retorno do sócio
Reforçar sua presença no mercado de capitais é uma das estratégias que pode ajudar o Votorantim a melhorar seu retorno. O foco é galgar o atual patamar do seu controlador, Banco do Brasil, acima dos dois dígitos. Pesam, porém, um estoque de crédito tributário que equivale a quase 100% do seu patrimônio líquido e um custo de funding bem maior do que o dos grandes bancos. Um empurrãozinho do BB seria bem vindo. No momento, porém, a maior preocupação é que o Votorantim esteja, de fato, na lista de desinvestimentos da instituição oficial.

Tudo o que sabemos sobre:

votorantim

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: